.

04/05/2010

A CONSTRUçãO DA ESPIRITUALIDADE NA MEDICINA

espiritualidade

Cada vez mais, “minorias criativas” (1) buscam a integração entre Fé e Razão, tendo em vista que é impossível compreender o mundo, o universo e o próprio ser humano, sem as luzes de um paradigma, de um modelo, que contemple todas as áreas das cogitações humanas. As revoluções conceituais da física , no século XX, muito contribuíram para essa nova visão da realidade, demonstrando que a matéria cedeu lugar à energia, o tempo é variável, o movimento descontínuo, a interconectividade não localizada, e a consciência é capaz de influir nos eventos, selecionando possibilidades. Nesse novo tempo, especialistas passaram a enxergar o ser humano de forma integral, conectado a uma imensa rede invisível, que engloba todas as coisas, do micro ao macrocosmo, e não têm nenhum pudor em reconhecer a complementaridade entre Ciência e Religião, valorizando a integração da Espiritualidade à vida humana.
Foi assim que ganhou impulso, na década 1970, uma dessas minorias criativas, formada por médicos que buscam implantar nas universidades estudos de Medicina e Espiritualidade. Sob essa denominação, já há cursos regulares ou opcionais, e também de pós-graduação, em 2/3 das universidades americanas, entre outras, nas Escolas Médicas de Harvard, com Herbert Benson, judeu, de Duke, com Harold Koenig, católico, do Novo México, com William Miller, luterano. Afirmamos, com renovada alegria, que nós, médicos espíritas, fazemos parte de uma dessas minorias criativas que tenta levar Espiritualidade às universidades, porque os fundamentos da Medicina Espírita estão em sintonia com o que é realizado, hoje, na maioria das universidades norte-americanas.
A obra do ilustre físico e humanista Fritjof Capra, especialmente, O Ponto de Mutação , está na vanguarda dessa luta em favor de um novo paradigma para a humanidade, em particular para a Medicina, com sua proposta de Assistência Holística à Saúde, que contempla o ser humano integral – Mente-Corpo. Nessa luta por um novo modelo de saúde, engajou-se também o físico quântico, Amit Goswami, com sua teoria sobre a Consciência, exposta em sua obra, especialmente, O Universo Autoconsciente. Nela, ele sustenta que a Consciência está fora da matéria, sendo, na verdade, fonte criadora do mundo material.
Hoje, tanto quanto nos séculos XIX e XX, há fortes evidências científicas da existência do Espírito. Pesquisadores, em sua maioria não espíritas, têm investigado casos de Experiências de Quase Morte (EQM), Visões no Leito de Morte, Experiências Fora do Corpo, Transcomunicação Instrumental e Reencarnação, acumulando evidências em favor da sobrevivência da alma.
O neuropsiquiatra, Peter Fenwick, os cardiologistas Michael Sabom e Pim Van Lommel, os psiquiatras, Raymond Moody Jr , Elizabeth Kübler-Ross e Sarah Kreutziger, o pediatra Melvin Morse, os psicólogos, Kenneth Ring, Phillis Atwater e Margot Grey, entre outros, relataram casos de EQM, contando o que centenas de sobreviventes da morte vivenciaram, quando foram considerados clinicamente mortos. A conclusão dos pesquisadores e dos sobreviventes é de que algo imaterial sobrevive à morte do corpo físico.
Na alentada obra Reincarnation and Biology, de Ian Stevenson , professor de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de Virgínia, EUA, constatamos também, nos 2.600 casos pesquisados, não apenas evidências da sobrevivência do espírito, mas igualmente da reencarnação, podendo-se acompanhar, inclusive, a correlação entre as marcas de nascença e os defeitos congênitos da existência atual com as vivências anteriores.
Hoje, já há centenas de trabalhos publicados em revistas científicas prestigiadas, como The Lancet, New England Journal of Medicine; British Medical Journal, JAMA etc. sobre o valor da prece na terapêutica (ver site: www.ncbi.nlm.nih.gov, do NIH).

Do mesmo modo, experiências realizadas pelo psicólogo brasileiro, Júlio Peres, em parceria com o neurocientista, Andrew Newberg, da Universidade da Pensilvânia, EUA, evidenciaram áreas do cérebro em funcionamento, que são ativadas e rebaixadas, durante as sessões de Terapia por Regressão de Memória, realizadas com pacientes do Instituto Nacional de Terapia de Vivências Passadas (INTVP) do Brasil. Essas pesquisas, somadas às que o dr. Newberg realizou com pessoas em estado de vigília e meditação, mostram um campo promissor para o estudo do Espírito e sua atuação sobre a matéria.
No Japão, Massaru Emoto, após 8 anos de investigação, publicou o livro, Messages from the Water, mostrando como a água pode formar cristais perfeitos ou não, conforme a ação exercida sobre ela pelos pensamentos e sentimentos humanos. Tanto as experiências de Andrew Newberg e Júlio Peres, quanto as de Massaru Emoto trazem subsídios importantes para validar a Terapêutica Complementar Espiritual e entreabrem novos campos para a pesquisa em medicina energética.
Hoje, com o progresso vertiginoso da Ciência e, igualmente, o aumento maciço das doenças da alma, é imperioso que esses cursos de Medicina e Espiritualidade se multipliquem nas Escolas Médicas do mundo. A mudança de mentalidade, porém, não é nada fácil. Há três séculos, a ênfase tem sido para a visão de um ser humano esquizofrênico, dividido entre as investigações científicas e a busca religiosa, consideradas e alimentadas como irreconciliáveis. Esse paradigma antigo, materialista reducionista , está calcado no predomínio do egoísmo sobre o amor, do intelecto sobre o sentimento, e tem sido responsável pelo recrudescimento da violência, da ambição sem freios, dos vícios, da intolerância religiosa e das grandes desigualdades e calamidades sociais. Nele, o ser humano é reduzido tão-somente às funções neuroquímicas do cérebro, destituído de qualquer elemento imaterial que anime suas células. Com esse modelo, não haverá paz no mundo.
Contra ele, a favor da integração espírito-matéria, coloca-se o movimento em prol da Medicina e da Espiritualidade. Com a preponderância deste modelo, que tem na solidariedade uma de suas importantes vigas-mestras, acreditamos que os médicos estarão muito mais aptos a lidar com a dor humana, esforçando-se por diminuir os sofrimentos e angústias dos seus irmãos em humanidade.

Notas: (1) Expressão do historiador Arnold Toynbee, que designa grupos minoritários de pessoas, defensoras de mudanças evolutivas, em contraposição, à grande maioria, arraigada à mentalidade arcaica.
(2) Tese desenvolvida no seu livro O Universo Autoconsciente

* Dra. Marlene Nobre é Médica Ginecologista, CREMESP 10304, Presidente da Associação Médico-Espírita do Brasil e Internacional.

15 comentários:

  1. OLá Marcia,
    Esse tem que ser cada vez mais o caminho a trilhar, ou seja, a medicina caminhando de mãos dadas com a espiritualidade.
    Como médico é o que procuro fazer.
    Um grande abraço
    Luz e Paz

    ResponderExcluir
  2. Seu blog é cada vez mais inspirador e magnifico, continue com o excelente trabalho, já estou direcionando os amigos do Pátria do Evangelho pra cá.

    Fica com Deus e boa semana.
    Abraço
    Jeferson

    ResponderExcluir
  3. Marcia querida, que texto animador...fico imensamente feliz de ver toda essa mudança...creio que seja um caminho sem volta, para nosso maior bem...espiritualidade e medicina têm que caminhar juntas.
    Beijos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  4. Obrigada por se ter registado no meu blogue.
    Tentarei seguir este com o máximo de
    atenção.Beijinho/Irene

    ResponderExcluir
  5. Saúdo a Márcia,


    Obrigado por ter aderido ao registo de seguidores de um dos meus blogs[Alfobre de Letras].

    A sua presença, naturalmente despertou em mim a curiosidade de vir ver a sua 'casa'. E... acabo por concluir,como sempre, que nada acontece por acaso!

    A espiritualidade que transmite no seu blog, vai ao encontro dos meus objectivos como buscador!

    Ainda não vi condições de me "explicar"(nos meus 3 blogs) em termos de espiritualidade, pois trata-se de algo que transcende as pessoas e, evangelizá-las na internet, não é a via mais indicada! Ainda não tenho a estrada!

    Se bem que, no fundo, a blogosfera tem muito do Cosmos!

    Não vou aprofundar muito, por agora, mas para lhe dar sinais de mim, digo: sou Kerdecista e Rosacruciano!

    A partir de agora, neste seu 'templo' que é o blog, aos poucos irei aparecendo para mostrar o meu Cristo interno, o meu Avental de Serviço ao serviço do grande Cósmico, ou Deus... ou Grande Arquitecto!

    Por aqui, em comentários, sentir-me-ei na minha "Loja", isto é: na "minha" casa Espiritual!

    Desejo-lhe Paz Profunda!

    Sou Frater Rosa Cruz! Hoje não é mais segredo, mas... não se pode abrir o coração com os demais profanos.
    Há ainda muita indiferença e até repulsa pelo Evangelho!

    Quem escreve o que aqui li,... está em sintonia comigo, e... com Ele!

    :. Frater
    César .:

    ResponderExcluir
  6. Olá amiga! Passando para retribuir a visita e apresentar minhas desculpas pela minha ausência. Infelizmente, motivos alheios à minha vontade me forçaram a isso. É que perdi uma parte viva da minha história, mas a vida continua. Espero mais uma vez, contar com a sua valiosa compreensão.

    Abraços e fique com DEUS.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  7. Muito interessante, pois normalmente os médicos são distantes da espiritualidade!
    Bjkas, amiiiiga linda!

    ResponderExcluir
  8. Marcia,
    muito importante este texto nos mostrando que a ci~encia e em especial a medicina avançam para a espiritualidade. Renomados cientistas, chamados pela espiritualidade, metem as mãos nas pesquisas de âmbito espiritual trazendo subsidios para as terapias de hoje. Mas ainda receio que a medicina possa avançar em detrimento dos profissionais da área, isto é, que o médico continue a ter uma visão egoista de ser apenas profissional da saúde ao invés de ser missionário da vida.

    Anjo amiga, um beijo em teu coração,
    Jorge

    ResponderExcluir
  9. Olá Psiquismo,
    ainda temos muito a trilhar, mas alguns passos tem sido dados, gracas a Deus. Bom saber que existem profissionais como você que tem esta consciência. Um grande abraco e obrigado pela sua visita.

    ResponderExcluir
  10. Valéria amiga querida,
    este é o nosso grande sonho, que a medicina e a espiritualidade andei lado a lado.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Irene, bem vinda!
    Que bom que você retornou a minha visita.
    Volte mais vezes,
    abracos com carinho.

    ResponderExcluir
  12. César,
    desculpa a demora em responder ao seu atencioso comentário, -a vida e seus corres-corres...
    Mas fico feliz pela sua presenca neste cantinho.
    Gostei muito das suas palavras, muito me alegra trabalhar pelo bem, assim com você também o faz, e pouco a pouco mais e mais pessoas também o farao...plantar amor é muito bom e nos faz bem. Nao compreendo bem sobre a sua filosofia, mas procurarei entender um pouco.
    Entendo que nao há evolucao sem a expansao da nossa consciência. Somente o saber livra-nos da ignorância imposta pelas opinioes já formadas.
    Faco votos que você volte muito mais vezes!
    Um grande abraco.

    ResponderExcluir
  13. Rosemildo amigo,
    fique a vontade. Nem sempre dispomos do tempo que gostaríamos para demonstrar o carinho que temos pelos amigos. Comigo acontece o mesmo.
    Um grande abraco.

    ResponderExcluir
  14. Soninha, Uman,
    meu imenso carinho pela amada presenca de vocês aqui.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. olá macia adoro espiritualidade um beijo doce

    ResponderExcluir

Amigos, irmaos,
é com maior carinho e amor que recebo seu comentário, sua contribuicao; entretanto - NAO serao publicados comentários de anônimos, pois este espaco aqui é para interargir, trocar, acrescentar; peco - nao perca tempo, caso vc nao queira se identificar.
Desejo de coracao a você que visita este espaco tenha muita paz, luz e consciência evolutiva. Obrigada pela sua visita e seu comentário!