.

20/06/2010

O DOENTE GRAVE

pomba

Uma alma atormentada de Mãe, conduzida ao Céu, nas asas blandiciosas do sono, esbarrou ante as resplandecentes visões do Paraíso.
Um anjo solícito recebeu-a no pórtico.
– Anjo amigo – disse ela em voz súplice –, sou mãe na Terra e tenho dois filhos. Rogo para ambos as bênçãos de Deus, generosas e augustas.
O mensageiro anotou as petições e, observando-lhe o desvelo fraternal, a mulher aflita acrescentou, ansiosamente :
– Venho até aqui pedir, em particular, por um deles que, desde muito tempo, se encontra gravemente enfermo, entre a morte e a vida. Todo o meu carinho, todos os recursos médicos têm sido ineficazes. Não posso tolerar, por mais tempo, as lágrimas dolorosas que me afligem o coração. Digne-se o Todo-Poderoso, por vosso intermédio, conceder-me a graça de vê-la restituído à saúde.
O emissário das Esferas Superiores pensou um instante e interrogou:
– Qual de teus dois filhos se encontra mais unido a Deus?
– Meu pobre filhinho doente – respondeu a recém-chegada –, pois que medita na grandeza do Pai Celeste, dia e noite. É com o Seu nome que se submete aos remédios amargos e é esperando no Senhor que vê despontar cada aurora. No sofrimento que lhe desintegra as forças, dirige-se ao Céu com tamanho fervor que se lhe pressente, de maneira inequívoca, a ligação com o Pai Amoroso e Invisível.
– E o outro? – indagou o mensageiro divino.
– Esse – esclareceu a pedinte, um tanto confundida, qual se lhe fora impossível dissimular –, é um homem feliz nos negócios do mundo. Como é favorecido da sorte, parece não sentir necessidade de procurar o socorro da Providência Divina...
– Qual deles entende a sublime significação do trabalho? – interpelou o emissário novamente.
– O enfermo, atirado à imobilidade, guarda profunda compreensão, com respeito às virtudes excelsas do espírito de serviço. Refere-se, constantemente, aos bens do esforço e edifica quantos lhe ouvem a palavra, tocada de dolorosas experiências.
– E o outro?
– Talvez pelo gênero de vida a que se consagra deixou de ver as belezas da ação própria.
Dispondo de muitos servidores, descansa nos trabalhos alheios. Não conhece o radioso convite da manhã, porque se levanta do leito demasiado tarde, nos hotéis de luxo, e permanece estranho às bênçãos da noite, de vez que o corpo, saciado em mesas opíparas e extravagantes, não lhe confere oportunidade de sentir as sugestões santificadoras da Natureza.
– Qual deles percebe o imperativo de confraternização com os homens, nossos irmãos? – tornou o mensageiro sorrindo, bondoso.
– O que está preso à enfermidade angustiosa recebe os amigos de qualquer posição social, com indisfarçável reconhecimento. Recolhe as expressões de carinho com lágrimas de alegria a lhe saltarem dos olhos. Emociona-se com a menor gentileza de que é objeto e parece deter, agora, um laço de amor forte e sincero, mesmo para com aqueles que, em outro tempo, lhe foram inimigos ou perseguidores.
– E o outro?
– Os favores do mundo – comentou nobremente a palavra maternal – isolam-lhe a personalidade, a distância dos júbilos domésticos, em rodas restritas e fantasiosas ou nas regiões elegantes, onde rolem fortunas iguais à dele. Assediado pelos empenhos do mundo social, cujas idéias se modificam à feição do vento, nunca encontra tempo necessário para sondar os sentimentos afetivos dos companheiros que o Céu lhe enviou à senda comum.
O anjo atento passou a refletir, com grande interesse, e argüiu, de novo:
– Para qual deles rogas a bênção de Deus, em particular?
– Em favor do pobrezinho que agoniza no leito – informou a ternura materna.
O enviado da Providência fixou-a com extrema bondade e concluiu, com sabedoria :
– Volta à Terra e reconsidera as atitudes do teu carinho! O enfermo do corpo vai muito bem; já entende a necessidade de união com o Divino Pai e o que distingue, em verdade, os homens uns dos outros, é o grau de suas relações com a vida mais alta. Renova, pois, os votos de tuas preces ardentes, porque o doente grave é o outro.

Pelo Espírito Irmão X - Do livro: Pontos e Contos, Médium: Francisco Cândido Xavier

P.S. Amigos queridos, peco-lhes desculpas por ter estado ausente por alguns dias, sem poder atualizar o blog e visitar vocês. Me esforcarei para pôr em dia as visitas e o carinho que tanto tenho pelos meus amigos conquistados aqui.      Beijos e uma semana abencoada para todos nós. Paz e luz!

12 comentários:

  1. Simplismente fantástico este texto do Irmão X, ele traz um grande ensinamento. Parabéns,por posta-lo com certeza você esta colaborando para o crescimento de muitas pessoas. Beijos no coração, Clarice.

    ResponderExcluir
  2. É amiga...grande verdade esta da mensagem... é preciso perceber melhor quem são os verdadeiros necessitados na vida...

    Linda semana pra ti...
    Beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  3. Olá meu doce,

    Cada vez que passo por aqui me sinto uma pessoa melhor, suas postagens são lindas e cada uma é uma lição,tem selinho pra você no meu blog. Muitos beijos no coração.

    ResponderExcluir
  4. Ahhhhhhhhhh...se todos fossem iguais a ti...como seria o mundo????
    Melhor...muito melhor...
    Tuas postagens são espetaculares!

    ResponderExcluir
  5. *********************************
    Boa noite, Marcia queriiiida!
    Passando para te visitar
    e deixar muitos beijinhos!
    *********************************
    O verdadeiro amigo

    Compreenda.
    Releve.
    Nunca abandone
    o verdadeiro amigo.
    Ele pode nem estar
    ao seu lado agora.
    Mas certamente,
    estará sempre contigo. Clarice Pacheco
    ************************************************
    SÔNIA SILVINO'S BLOGS
    Vários temas & um só coração!!!
    ************************************************

    ResponderExcluir
  6. Marcia,

    Na Terra temos as inversões de valores. Aqui o Irmão X é claro quando nos diz que o doente é o doente da alma e não do corpo.

    Muito Bom!!!

    Beijo, Anjo Luz!!

    ResponderExcluir
  7. Linda mensagem Marcia!

    Com certeza as chagas da alma precisam muito mais serem tratadas, do que propriamente as do corpo. Lindo parabéns... mais um grande ensinamento para seus visitantes! Beijos

    ResponderExcluir
  8. OIe, passando para te desejar uma linda semana.
    Beijossssssss

    ResponderExcluir
  9. Verdade absoluta, amiga. Quem precisa de nossas preces são exatamente os que se afastaram de Deus. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Spread of modern civilization, if there is a cause of health and wealth you have you are willing to try it?
    Welcome to Learn:
    http://sn.im/vemma_usa
    Thank you for your time reading, do not give up the chance to even know, know no loss to you!

    ResponderExcluir

Amigos, irmaos,
é com maior carinho e amor que recebo seu comentário, sua contribuicao; entretanto - NAO serao publicados comentários de anônimos, pois este espaco aqui é para interargir, trocar, acrescentar; peco - nao perca tempo, caso vc nao queira se identificar.
Desejo de coracao a você que visita este espaco tenha muita paz, luz e consciência evolutiva. Obrigada pela sua visita e seu comentário!