.

10/02/2010

O LIVRO DOS MÉDIUNS

mediunidade

Demonstra as conseqüências morais e filosóficas decorrentes das relações entre o mundo material e espiritual. 
Assim como O Livro dos Espíritos teve uma edição inicial de contato, ampliada definitivamente na segunda edição, também O Livro dos Médiuns foi precedido de um pequeno volume intitulado Instruções Práticas Sobre as
Manifestações Espíritas. Publicado em 1858 esse pequeno volume foi substituído, em janeiro de 1861, pela primeira edição de O Livro dos Médiuns.
A presente tradução foi feita da segunda edição, lançada por Didier & Cia. em 1862, sob revisão pessoal de Kardec: "com o concurso dos Espíritos e acrescida de grande número de novas instruções", como se lê no original francês. Foi essa a edição definitiva. 
Com a preparação deste livro, Kardec considerou o Instruções Práticas superado. Seu desejo era que os espíritas estudassem mais a fundo o problema mediúnico, não ficando apenas nas informações iniciais daquele pequeno volume. Etretanto, 65 anos mais tarde, em 1923, Jean Meyer, que então presidia a Casa dos Espíritas, em Paris, achou conveniente lançar nova edição do Instruções Práticas. Essa edição despertou, no Brasil, o interesse de Cairbar Schutel, que depois dos necessários entendimentos com Meyer lançou entre nós, pela sua modesta e heróica editora de Matão, Estado de
São Paulo, a primeira tradução brasileira da obra. Nova edição foi lançada em 1968 pela Casa Editora O Clarim, a mesma de Schutel, como parte das comemorações do primeiro centenário do nascimento de seu fundador.
Instruções Práticas se impôs novamente ao meio espírita como um livro necessário, em virtude do seu caráter de síntese. 
Apresentado por Kardec como continuação de O Livro dos Espíritos, este livro foi também considerado por ele como em grande parte obra deles, o que se pode verificar na Introdução. Os Espíritos o reviram, modificaram,
acrescentando-lhe um número muito grande de observações e instruções do mais alto interesse. É o segundo volume da Codificação do Espiritismo e,
como assinala Kardec, desenvolve a parte prática da doutrina. Por isso mesmo é o livro básico da Ciência Espírita, um tratado de mediunidade indispensável a todos os que se interessam pela boa realização de trabalhos mediúnicos e pelo desenvolvimento das pesquisas espíritas. 
A tese fundamental deste livro é a existência do perispírito ou corpo energético dos Espíritos, elemento de ligação do espírito ao corpo material. Essa ligação, de tipo energético ou vibratório, é o princípio da mediunidade. Assim como o nosso espírito anima o nosso corpo através do perispírito, constituído em vida o que chamamos alma, os demais Espíritos, de mortos ou de vivos, podem influenciá-lo. Em sintonia com o nosso espírito podem mesmo utilizar-se de nosso corpo para as suas manifestações. Dessa maneira, a mediunidade é uma condição natural do homem, uma faculdade geral da espécie humana, que se revela em dois campos paralelos de fenômenos: os anímicos, decorrentes das atividades do nosso próprio espírito fora do condicionamento orgânico; e os espíritas, decorrentes das relações naturais do nosso espírito com outros Espíritos.
 
(José Herculano Pires, na introdução de O Livro dos Médiuns, edições Lake)

11 comentários:

  1. Márcia,

    São informações valiosas que os Espíritas, pelo menos, precisam conhecer. E a obra, então uma obrigação.
    Parabéns, meu Anjo, pela divulgação!!!

    Com carinho de sempre,
    Jorge

    ResponderExcluir
  2. O livro dos médiuns é um dos meus livros de cabeceira.
    Obrigada pelas informações querida!
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga.

    Livro precioso para a humanidade,
    independente da religião seguida,
    nos traz ensinamentos preciosos,
    que tiram as nuvens dos nossos olhos
    e nos ensinam a ver o amor em sua plenitude.

    Linda semana para ti.

    ResponderExcluir
  4. "... E de novo acredito que nada do que é
    importante se perde verdadeiramente
    Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas,
    dos instantes e dos outros.
    Comigo caminham todos os mortos que amei,
    todos os amigos que se afastaram,
    todos os dias felizes que se apagaram.
    Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

    Miguel Sousa Tavares

    Desejo uma linda semana.
    Abraços com carinho.

    ResponderExcluir
  5. Jorge amigo, como sempre obrigado pelo seu carinho!
    Um grande beijo Jorge!

    ResponderExcluir
  6. Patricia,
    parabéns pela escolha, de fato é um livro riquíssimo em ensinamentos.
    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  7. Olá Aluísio,
    tens toda razao meu amigo.
    Beijos e volte sempre!

    ResponderExcluir
  8. Eduardo Poisl,
    fico feliz e agradecida pela sua amável visita nesta pequeno espaco.
    Obrigado pelo comentário e volte mais vezes!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. A amiga sambista está passando aqui para desejar a você dias de muita alegria, felicidade, diversão e discontração nesta época maravilhosa que é o CARNAVAL. Um super beijão, Thaís.

    ResponderExcluir
  10. não acredito em concidencias na nossas vidas tudo tem um propósito,não sei como vim aqui parar,talvez a minha espiritualidade, ou algum sinal me indicou este caminho.talvez fosse meu coração que indicou o caminho. ou a minha mediunidade a indicar me o que eu estava a precisar neste momento quando depois de ajudar tanta gente me sinto sozinha.mas aqui estou .conclusão não posso fugir do que me foi dado desde que nasci. foi essa a mensagem que de aqui tirei.Muita Luz e Paz amiga Marcia que Jesus esteja sempre consigo como o sinto comigo

    ResponderExcluir
  11. TO DESCOBRINDO UMA MEDIUNIDADE NA MINHA MÃE GOSTARIA MUITO DE AJUDA. ESSE ESPAÇO MIM CLAREOU MUITO.

    BJOS.

    ResponderExcluir

Amigos, irmaos,
é com maior carinho e amor que recebo seu comentário, sua contribuicao; entretanto - NAO serao publicados comentários de anônimos, pois este espaco aqui é para interargir, trocar, acrescentar; peco - nao perca tempo, caso vc nao queira se identificar.
Desejo de coracao a você que visita este espaco tenha muita paz, luz e consciência evolutiva. Obrigada pela sua visita e seu comentário!